Lily Allen sofreu um aborto em outubro de 2010, quando estava com seis meses de gravidez. Em entrevista à revista “Elle”, a cantora conta que superou a dor com a ajuda de um pastor e dos membros da igreja de Cranham, Gloucs, para onde se mudou em setembro de 2010.

“As pessoas não imaginariam que eu teria um casamento na igreja, mas desde que passei pela traumática experiência no ano passado, toda a comunidade local nos ajudou. Não estávamos lá há muito tempo, mas após as notícias, nós recebemos flores e cartões lindos”, falou a cantora.
“Nosso vigário disse que algo similar aconteceu com sua família, e que ele viria e conversaria comigo. Foi muito bom. Nós nos sentimos protegidos”, disse.

A cantora revela que a ajuda da igreja fez com que a dor pela perda do filho fosse mais rapidamente superada e afirmou que “hoje estou muito feliz e decidi cuidar de mim. Continuo com vontade de ter filhos, mas vou esperar o momento certo”, disse.

Lily Allen e o decorador Sam Cooper se casaram no dia 6 junho de 2011 na igreja anglicana St.James the Great em Costwolds.

Fonte: Gospel+Uol

Para saber sobre história do Anglicanismo no Brasil clique aqui